Digital smile design: uma ferramenta para planejamento e comunicação em odontologia estética

Authors:

Christian Coachman, Marcelo Calamita, Adriano Schayder

DICAS DE PRÓTESE LABORATORIAL

Por que é importante?

O objetivo de todo tratamento estético dental deve ser o de criar um design que se integre com as necessidades funcionais, estéticas e emocionais do paciente. Técnicas e materiais modernos podem ser inúteis se o resultado final não atingir as expectativas estéticas do paciente. Por esse motivo, a equipe interdisciplinar deve munir-se de todas as ferramentas possíveis para melhorar a visualização dos problemas estéticos, criar possíveis soluções, apresentar essas soluções de forma eficaz para o paciente e guiar com precisão os procedimentos clínicos e laboratoriais para atingir resultados previsíveis. A utilização de ferramentas digitais para aprimorar e facilitar o trabalho em equipe e a comunicação com o paciente passa a ser fundamental. A chave do sucesso é a comunicação visual! Como sabemos, “uma imagem vale por mil palavras”.

O protocolo DSD proposto irá melhorar:

  • • o diagnóstico estético;
  • • a comunicação interdisciplinar;
  • • a análise estética crítica durante e/ou pós-tratamento e a reavaliação; e
  • • a relação dentista-paciente, o gerenciamento de expectativas, educação, motivação, ferramenta de marketing, fechamento de tratamento.

e face, permitindo ao dentista e ao paciente um melhor entendimento dos problemas e a criação de possíveis soluções.

O que é necessário?

A técnica é simples e não exige equipamentos ou softwares especiais. Fotografias digitais básicas, específicas para o DSD, podem ser feitas com equipamentos simples. Até mesmo um iPhone, da Apple, pode ser utilizado para isso. Um vídeo rápido da face do paciente também é importante para melhorar e complementar a análise fotográfica e potencializar o resultado do protocolo DSD.

As fotos serão trabalhadas no computador usando-se um software simples de apresentação de slides. Tanto o PowerPoint 2012 quanto o Keynote ‘09 podem ser usados.

Para ler o artigo completo, clique aqui

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

en English
X